Curiosidades

[Curiosidades][bsummary]

Testemunhos

[Testemunhos][twocolumns]

Musica

[musica][bsummary]

Hells Bells ou Bells Hell?

bells hellVocê está procurando por uma fé que proclama o infalível amor de Deus para todas as pessoas? Uma fé que aceita Jesus como Salvador e representa ele como alguém que nos mostra o coração do Criador, como alguém que todo mundo pode seguir com alegria e integridade - e ainda uma fé que não usa o medo de um inferno eterno como uma vara para forçar você fazer parte do rebanho?
Você está procurando por uma fé que se baseia na premissa de que no final ninguém será “deixado para trás” - uma fé que por meio desta esperança pode realmente quebrar barreiras e aproximar as pessoas num espírito de alegria e "boas notícias para todos"?
Existe uma tal fé, e você tem encontrado ela! É chamado Universalismo Cristão.

São poucos crentes verdadeiros que irão cair nesse engano. Mas o mais surpreendente, talvez nem tanto, é que é também a nova linha de heresia que Rob Bell tem abordado recentemente no seu novo livro “Amor vence”. O que me deixa confuso é entender como um cara que recusa afirmar que o homossexualismo é pecado, que questiona se a Bíblia é 100% inspirada por Deus, e agora está vendendo universalismo como o original evangelho de Jesus, pode ser um pastor e ainda ter pessoas na sua congregação. E ele tem: 10.000 pessoas!
Será que eu sou o único acordado nessa sala de aula. Até quando nós vamos agüentar a arrogância desse cara que questiona tudo que é historicamente e biblicamente conhecido como cristianismo? O pior é que a maioria, em vez de fechar a porta para esse lobo que nem esta vestido de ovelha, fica lambendo os pés dele, falando do quanto ele é criativo, tão legal e “Ooooohhhh, você já viu os vídeos dele?” Meu amigo, acorda e sinto o cheiro do café. Esse homem está mesmo apontado na direção do inferno, uma coisa da qual ele mesmo nega existir, e ainda está pra levar muito gente com ele. Ele não é legal. Ele é um impostor no meio evangélico e eu fico surpreso que ninguém perceba isso, ou se percebe, fica quieto para evitar a ira do povo não crente na igreja que curte ele.
Universalismo é a doutrina não-bíblica que afirma que todo mundo será salvo e que Deus não condenará ninguém ao inferno. Mas isto não é a primeira vez na história que o inferno é questionado. Historicamente sempre houve seitas que negaram a existência do inferno ou o modificava para ser algo diferente do que as Escrituras falam. Mas negar que as escrituras falam; isto nunca fez parte do argumento. Era sempre sobre como você interpretar as Escrituras.
No livro, Bell critica a crença de que um número seleto de cristãos passarão a eternidade na felicidade do céu, enquanto todos os outros serão atormentados eternamente no inferno.
"Este é equivocada e tóxica e no fim subverte a disseminação contagiosa da mensagem de Jesus de amor, perdão, paz e alegria que o nosso mundo precisa desesperadamente de ouvir".releasecopiadp
Rob Bell acredita que a doutrina do castigo eterno no inferno para pecadores que não se arrependem está impedindo as pessoas de vir a Jesus. E é aqui que ele começa errar. Ele quer definir as doutrinas da Bíblia baseado em o que ele acha que seria melhor para o mundo ou talvez mais fácil de aceitar. Em vez de ajudar pessoas vir a Cristo, ele perigosamente engana as pessoas sobre a realidade da fé cristã. Ele está tentando falar a todos: “Está tudo bem com você”. E existe um sentido em que todos nós queremos dizer isso. Mas a questão é: “Baseado em que podemos dizer isso?"
Richard Niebuhr falava da tentativa de cristãos liberais que negam o inferno como "um Deus sem ira trouxe os homens sem pecado ao um reino sem julgamento por meio das ministrações de um Cristo sem uma cruz."
Infelizmente Bell está somente ecoando um pensamento geral na sociedade. Quando perguntado sobre o que inferno é ou significa:
51% fala que é uma metáfora
49% fala que é real
A maioria não quer acreditar num castigo eterno num lago de fogo. Assim eles tentam explicar que inferno é uma metáfora pelo tormento pelo qual nós nos colocamos. Seja qual for o tormento: solidão, rejeição, separação, o que quer, nós somos os únicos criando nosso próprio inferno pessoal.
Bell fala: “Inferno é algo livremente escolhido que já existe na terra, em tudo, desde a guerra ao relacionamentos abusivos”.
Tudo isso você pode achar em qualquer aula de filosofia secular em qualquer faculdade, mas não na Bíblia. E é isso com que temos que lidar. O que Deus tem falado sobre inferno? O que é inferno?
Ap 20.11-15; Depois vi um grande trono branco e aquele que nele estava assentado. A terra e o céu fugiram da sua presença, e não se encontrou lugar para eles. 12 Vi também os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono, e livros foram abertos. Outro livro foi aberto, o livro da vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que tinham feito, segundo o que estava registrado nos livros. 13 O mar entregou os mortos que nele havia, e a morte e o Hades entregaram os mortos que neles havia; e cada um foi julgado de acordo com o que tinha feito. 14 Então a morte e o Hades foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte. 15 Aqueles cujos nomes não foram encontrados no livro da vida foram lançados no lago de fogo.
Daniel 12.2; Multidões que dormem no pó da terra acordarão: uns para a vida eterna, outros para a vergonha, para o desprezo eterno.
Jesus ensina a mesma coisa e fala daqueles que "irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna”. (Mt 25.46)
Ap 14.11; a fumaça do tormento de tais pessoas sobe para todo o sempre
Ap 20.10; Eles serão atormentados dia e noite, para todo o sempre.
Apesar do amor e paciência de Deus por pecadores, é um erro horrível dispensar os ensinamentos claros da Bíblia sobre o inferno. Jesus mesmo falou sobre o inferno mais do que qualquer outro pessoa na Bíblia.
• 13% de suas frases são sobre o inferno e o juízo.
• Mais do que a metade de suas parábolas referem-se à condenação eterna dos pecadores.
Mas, como que será inferno? A Bíblia não nos dá uma descrição muito detalhada do inferno, mas existem descrições sobre ele: Fogo – Trevas – Castigo - Exclusão da presença de Deus – Inquietação - Choro e ranger de dentes. Inferno é um lugar de castigo que Deus preparou para o diabo e seus anjos. É aonde todos que não conhecem Jesus também irão, sendo que ele é o único caminho ao Pai. Todos lá serão atormentados com fogo e enxofre. A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre, e eles não terão descanso dia e noite. Inferno é eterno. Não há possibilidade de sair depois que entrar.
Outra coisa que devemos entender é que Satanás não vai reinar lá. Não é o reino dele onde ele manda e tortura pessoas. Ele não mora lá e nunca morou lá independente das heresias cantadas na igreja Lagoinha.
Mas será que tudo isso não é alegórico ou uma ameaça tipo uma mãe com o seu filho falando do monstro que vai pegar ele se não obedecer? Ou será que a Bíblia que dizer o que diz?
Quais são algumas das principais objeções à doutrina do inferno?
1. Um Deus amoroso não mandaria bilhões de pessoas a um inferno horrível.
Em um sentido muito importante, Deus não manda ninguém para o inferno. Para chegar ao inferno, alguém tem que REJEITAR A DEUS que tem mostrado a ele a sua bondade e seu amor para todos "dando a todos a vida, respiração e tudo", REJEITAR O ESPÍRITO que “convence o mundo quanto ao pecado, da justiça, e do juízo ", e REJEITAR O FILHO crucificado que disse: "E quando for levantado da terra, atrairei todos os homens a mim." Os pecadores não têm ninguém para culpar além de si mesmos se eles forem condenados.
Parafraseando CS Lewis: “As pessoas vão dizer a Deus: ‘Tua vontade seja feita’, ou Deus dirá a eles: ‘Tua vontade seja feita’."
2. Um Deus amoroso seria mais tolerante.
Pessoas que julgam Deus precisam realmente considerar se seria mais feliz se Deus fosse tolerante com todos, inclusive os estupradores, pedófilos, e até aqueles que pecaram gravemente contra eles mesmos. A idéia é completamente absurda e injusta. Nem todo mundo no inferno é estuprador, mas todos lá escolheu o pecado em vez de Deus durante toda a sua vida.
Um Deus amoroso protege seus filhos do pecado e do mal, separando eles. Você, amando seus filhos, seria tolerante com as pessoas que machucassem eles??? Desta forma, Deus é um pai que é tolerante com todos os que obedecem ele e são seguros para seus filhos. Mas ele é intolerante com aqueles que pecam contra ele e fazem mal aos seus filhos.
Deus é intolerante de uma forma que é como a nossa própria intolerância cultural daqueles que bebem e dirigem, roubam, estupram e matam. Nós, também, demonstramos a nossa intolerância, separando essas pessoas da sociedade. Chamar essas ações de intolerância na parte de Deus é estupido, pois tolerância mostraria tanto aprovação como apoio do mal.
3. Tormento eterno no inferno é um castigo injusto para pessoas que pecam por algumas décadas.
Castigo eterno deve nos falar mais sobre como Deus é santo e como Ele vê o pecado do que se nós achamos, em nossa opinião, que é justo.
O maior impedimento para Bell é que ele acha que o amor de Deus vencerá até a santidade de Deus e a sua perfeita justiça. Ele faz o seu melhor para argumentar que a igreja tem permitido a história do amor de Jesus ser pervertido por outras histórias. “A história de um inferno eterno não é”, acredita ele, “uma boa história”. Ele sugere que uma história melhor envolveria a possibilidade de um pecador chegando à fé em Cristo após a morte, ou inferno sendo uma cessação de ser, ou inferno um dia sendo esvaziado por todos que estão lá. O problema é que a Bíblia não dá a possibilidade de nenhuma dessas historinhas. Rob Bell pode achar que ele tem histórias melhores, mas no fim, não é ele que escreve a história.
Rob Bell está errado. A mensagem verdadeira das Boas Notícias não é que “Amor vence”, mas que “Jesus salva”.
E aqueles que não são salvos quando passam para o outro lado da eternidade, vão gastar eternidade no inferno como Deus tem falado; independente de que qualquer homem acha ou argumenta.
Is 55.8-9; “Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos", declara o Senhor. 9 “Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os seus pensamentos”.
O assunto não é “opcional” ou “nada a ver”. Estamos falando da eternidade de pessoas e assim, toda verdade achada na Bíblia que fala de salvação e condenação, ceú e inferno, tem tudo a ver. E o que os homens perdidos querem dizer acerca do assunto não deve ser o nosso interesse. Nós temos o livro. Seria uma boa hora para a gente conhecer ele.
Sola Escriptura!

FONTE: Profeta das Ruas \ Jeff - Geração Benjamim

Sem comentários:

Os comentários são moderados.
Assim que possível irei responder ao seu comentário.